52 palabras, Fotografía

9/52 palabras: yo

20141121 (023)

Eu tenho andado tão sozinho ultimamente,
que nem vejo á minha frente
nada que me dê prazer.
Sinto cada vez mais longe a felicidade,
vendo em minha mocidade
tanto sonho perecer.
Eu queria ter na vida simplesmente
um lugar de mato verde
pra plantar e pra colher,
ter uma casinha branca de varanda,
um quintal e uma janela
para ver o sol nascer.
Ás vezes saio a caminhar pela cidade
á procura de amizades
vou seguindo a multidão.
Mas eu me retraio olhando em cada rosto,
cada um tem seu mistério,
seu sofrer, sua ilusão.
Eu queria ter na vida simplesmente
um lugar de mato verde
pra plantar e pra colher,
ter uma casinha branca de varanda,
um quintal e uma janela
para ver o sol nascer.

Casinha branca, de Gilson Campos, cantada por María Bethânia

Anuncios
Estándar

Comentarios

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s